9 de novembro de 2009

A Mulher Mais Triste do Mundo

Lá vai ela...
a mulher mais triste do mundo
se enrolando em pranto
e não querendo ver o riso,
não querendo sentir o riso,
não querendo ser o riso.

Lá vai ela...
a mulher mais triste do mundo
se enrolando em pranto
virando uma lágrima.
E cada vez mais se deixa ser lágrima,
se deixa ser triste,
se deixa ser pó.

Lá vai...
a mulher mais triste do mundo
a mulher mais triste do mundo!
Que chora para não rir,
que não teme a tristeza do amanhã.
Se enrolando em pranto, tanto, muito!

Essa mulher...
Esta mulher...
Aquela mulher!!!
A mulher mais triste do mundo
é cheia de rugas na testa.

Um comentário: